Menu

BRASÃO DE ARMAS - Símbolo Oficial da Estância Turística de Salesópolis

Símbolos - Brasão de Armas - Salesópolis LEI N° 563, DE 06 DE FEVEREIRO DE 1974.

(Dispõe sobre adoção de Símbolo para o Município e dá outras providências.)

MASAYUKI UONO, PREFEITO MUNICIPAL DE SALESÓPOLIS, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei;

FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL DE SALESÓPOLIS DECRETA E EU PROMULGO A SEGUINTE LEI:

Artigo 1° - É adotado, como Símbolo da Cidade e Município de Salesópolis, o Brasão de Armas, idealizado pelo Dr. Lauro Ribeiro Escobar, do Conselho Estadual de Honrarias e Mérito, que assim se descreve: Escudo redondo, de goles, com três machados de ouro, em pala, postos em banda, e, em cantão sinistro do chefe, uma cruz latina do segundo. O escudo é encimado por coroa mural de prata com oito torres, suas portas abertas de sable e tem como suportes, à dextra, um ramo de cafeeiro, folhado e frutado e à sinistra, um ramo de tabaco, folhado e florido, ambos ao natural, entrecruzados em ponta. Listel de goles, com a divisa " SUB CRUCE DOMINI " em letras de ouro.

Artigo 2° - O Brasão de Armas de que trata o Artigo anterior tem a seguinte interpretação:

I - O escudo redondo, ou ibérico, era usado em Portugal à época do descobrimento do Brasil e sua adoção contitui homenagem do Município de Salesópolis aos primeiros colonizadores e desbravadores da nossa Pátria.

II - A cor goles ( vermelho ) tem em heraldica o significado de audácia, valor, galhardia, nobreza conspícua, valentia, intrepidez, sangue derramado em combate, vitória e honra, lembrando que o povo Salesópolense já derramou seu sangue em defesa da Pátria.

III - O machado é simbolo heraldico de jurisdição e justiça, evocando, como instrumento de trabalho, o esforço contínuo do povo em pról da grandeza do Município, assim como a indústria extrativa que propicia o progresso da região.

IV - O metal ouro é representativo da riqueza, esplendor, glória, nobreza, poder, força, fé, prosperidade, soberânia e mando.

V - A cruz de ouro evoca a profunda fé cristã do povo de Salesópolis.

VI - A coroa mural é o símbolo de emancipação política, e, de prata, com oito torres, das quais apenas cinco estão aparentes, constitui a reservada às cidades. As portas abertas de sable ( preto ), afirmam o caráter hospitaleiro do povo de Salesópolis.

VII - O ramo de cafeeiro e o de tabaco, evidenciam a fertilidade das terras generosas de Salesópolis e lembram as primitivas riquezas agrícolas locais.

VIII - No listel, a divisa " SUB CRUCE DOMINI ", que se traduz como " SOB A CRUZ DO SENHOR ", lembra que o laborioso povo de Salesópolis alcança a prosperidade e constrói o progresso do Município sob a proteção da Cruz que simboliza a sua Fé.

Artigo 3° - O Brasão de Armas de Salesópolis é de uso exclusivo do Poder Público Municipal e será usado:

I - Obrigatoriamente:

a) nos papéis, documentos e correspondência oficial;

b) no Gabinete do Prefeito Municipal e na Sala das Sessões da Câmara dos Vereadores;

c) nos estabelecimentos municipais de ensino.

II - Facultativamente:

a) nas fachadas dos Edifícios Públicos;

b) nos veículos oficiais;

c) nos locais onde se realizem festividades promovidas pela Municipalidade.

Artigo 4° - É proibida a reprodução do Brasão de Armas de Salesópolis em propaganda comercial ou política, bem como sua apresentação em qualquer lugar imcompatível com o decoro que fazem jús os Símbolos Municipais.

Artigo 5° - Mediante expressa autorização e a exclusivo critério do Prefeito Municipal, poderá o Brasão de Armas de Salesópolis ser reproduzido sob a forma de distintivos, selos, medalhas, ou ainda em adesivos, flâmulas, bandeirolas, objetos artísticos ou de uso pessoal, em campanhas cívicas, assistenciais, culturais ou de divulgação turísticas.

§ Primeiro - As reproduções deverão obedecer as proporções e cores originais, ficando para tal arquivado na Prefeitura Municipal um exemplar de seu Brasão de Armas destinado a servir de modelo.

§ Segundo - Para a reprodução monocromática do Brasão de Armas de Salesópolis, é obrigatória a apresentação de seus metais e cores de acordo com a convenção heráldica internacionalmente aceita.

Artigo 6° - Dentro de 120 ( cento e vinte ) dias, o Poder Executivo baixará Decreto regulamentando a presente Lei.

Artigo 7° - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, especialmente a Lei n° 92, de 23 de Fevereiro de 1952.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALESÓPOLIS, em 06 de fevereiro de 1974.

Masayuki Uono

Prefeito Municipal

Lavrada, registrada na Secção da Secretaria da Prefeitura Municipal de Salesópolis e publicada por afixação na Portaria Municipal na mesma data supra.

João Alfredo de Morais Fonseca

Chefe da Seção da Secretaria.

Conheça as Belezas da Estância Turística de Salesópolis...

  1. Parque Estadual da Nascentes do Rio Tietê
  2. Igreja Matriz de São José
  3. Parque do Pinheirinho
  4. Portal Artístico
  5. Barragem de Ponte Nova
  6. Mirante da Torre
  7. Museu da Energia – Usina Parque
  8. Tradicional Quinta-feira de Mês
  9. Casa do Artesão
  10. Casarão Senzala
  11. Casarão do Café

Parque Estadual da Nascentes do Rio Tietê

A Nascente do Rio Tietê é o marco histórico do Estado de São Paulo. Preservá-la para conservação do meio ambiente e dos recursos hídricos é o objetivo do povo de Salesópolis. Está localizada numa altitude de 1027m, na Serra do Mar, em meio à mata nativa. O Parque está localizado a 16 km do centro, possui 99 mil m2, recebe visitantes diariamente, tornando a Nascente do Rio Tietê a principal atração turística de Salesópolis. Localização: Estrada da Nascente, KM 6, Bairro da Nascente

Observação: Não há transporte público até este Ponto Turístico!

Igreja Matriz de São José

Localizada na área central de Salesópolis, é a arquitetura mais vultuosa que de qualquer ponto da cidade se avista. É o marco principal da religiosidade do seu povo. Em estilo eclético, com predominância para o neoclássico, possui internamente colunas greco-romanas, arcos plenos, balaústres, naves central e lateral, sua pintura lembra clássicos afrescos. Local ideal para estudo de arte e arquitetura.

Localização: Praça Padre João Menendes, Centro

Telefone: (11) 4696-1196

Parque do Pinheirinho

Também conhecido por “Prainha”, fica localizado a 7 Km do município, pela Estrada Municipal do Bairro da Aparecida que liga ao bairro de Casa Grande. Com área de cerca de 300 ha onde existe florestas naturais e reflorestamentos de “pinus araucária”, “pinus eliot” e eucaliptos. Ao longo do pinheiral, formou-se uma praia artificial, atraindo frequentadores assíduos, vindos de outras regiões, para ali deleitarem-se aos encantos da natureza.

Localização: Estrada da Aparecida, Bairro Tietê Acima

Observação: Não há transporte público até este Ponto Turístico!

Portal Artístico

O portal artístico está localizado na entrada da cidade.

Localização: Rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura (SP-88), Bairro do Jardim Nídia.

Barragem de Ponte Nova

É um dos reservatórios de água do Sistema Produtor do Alto Tietê – SPAAT. É nessa área de segurança nacional que se localiza o Radar Meteorológico.

Localização: Rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura (SP-88), KM 80, Bairro do Alegre.

Observação: Não há transporte público até este Ponto Turístico!

Mirante da Torre

Com vista panorâmica de toda a cidade, o local é conhecido pelas torres de transmissão de sinal de televisão. Localização: Estrada dos Mirandas, Bairro dos Mirandas.

Observação: Não há transporte público até este Ponto Turístico!

Museu da Energia – Usina Parque

Construída em 1912, é a primeira Usina no percurso do Rio Tietê. Possui trilhas, museu e área de interação para visitantes, denominada “Espaço Energia”.

Localização: Estrada Contorno da Barragem, KM 6 ou Estrada dos Freires, KM 6, Bairro dos Freires.

Telefone: (11) 99115-0020

Observação: Não há transporte público até este Ponto Turístico!

Tradicional Feira de Quinta-feira de Mês

Tradição vinda desde o início do século XX, como promessa dos fiéis pelo fim da varíola, doença que ocasionou mortandade na região. Em toda primeira Quinta-feira de cada mês se realiza a Missa, Procissão ao Santíssimo e a tradicional feira, sendo considerado um dia santo.

Localização: Ruas do centro da cidade.

Casa do Artesão

A Casa do Artesão tem como objetivo valorizar o artesanato. O local é utilizado para exposição e venda de produtos feitos de forma artesanal pelos artistas municipais. A população pode conferir os trabalhos em pano de prato, toalha de mesa, colcha, peças decorativas, entre outros.

Local: Avenida Adhemar Bolina, s/n, Centro

Horário de funcionamento: segunda a sexta (das 08h00 às 17h00), sábado (das 10h00 às 16h00) e domingo (das 10h00 às 14h00)

Telefone: 4696-3013 - e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Casarão Senzala

Construção de “Taipa de Pilão” e “Pau a Pique”. Serviu por muito tempo, como ponto de repouso para os comerciantes que, vindos da Capital e Vale do Paraíba utilizavam o caminho conhecido como Rota do Sal, para se dirigir ao litoral. Esse local, que serviu também para compra e venda de escravos, hoje é um atrativo que é visitado por sua arquitetura e gastronomia.

Localização: Rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura (SP-88), KM 103, Bairro do Chá.

Observação: Não há transporte público até este Ponto Turístico!

Casarão do Café

No Sítio Casarão do Café uma das atrações é uma roda d'água, que faz funcionar um moedor de cana, de onde sai garapa fresquinha. Os visitantes também podem fazer trilhas pela mata. Uma delas leva às margens do Rio Paraitinga. Localização: Rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura (SP-88), KM 108, Bairro do Chá.

Observação: Não há transporte público até este Ponto Turístico!

next
prev
Topo
By Cedisa Informatica / NS