Aspectos Geográficos da Estância Turística de Salesópolis

Localização: Sub-região leste da Região Metropolitana da Grande São Paulo

Superfície: 426 km2 (IBGE) - área urbana 8 km2  incluindo a Vila de Nossa Senhora dos Remédios e Bragança do Distrito de Nossa Sra. do Remédio – área rural – 418km2

Altitude Média: 850m – sendo a mínima de 740 e a máxima de 1.100m (Pedra Rajada).

Clima: O clima da Estância Turística de Salesópolis se integra ao tipo Tropical de Altitude característico das terras altas (Serra do Mar) do sudeste, apresentando temperaturas amenas e chuvas concentradas no verão. A temperatura máxima anual está entre 24º a 27ºC.

A precipitação pluviométrica: anual está entre 2.100 a 2.400mm. A umidade relativa do ar está entre 90% a 100%. A evaporação anual no município está entre 

Temperatura Média: 18ºC (dados baseados nos mapas e gráficos –INMET 1931-1990).

População: 16.041 habitantes (IBGE 2009)

Distância da Capital: 96 km

Acessos: Rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura –SP-88- Mogi-Salesópolis; Tamoios – (acesso ao Litoral); Rodovia Carvalho Pinto - Salesópolis – Santa Branca; Estrada Municipal – Salesópolis/Guararema; Estrada da Petrobrás – Salesópolis / São Sebastião.

 

Limites

Norte: Santa Branca

Noroeste: Guararema

Nordeste: Paraibuna

Leste – Sudeste: Caraguatatuba

Sul: São Sebastião

Sudoeste: Bertioga

Oeste: Biritiba Mirim

Relevo: Serra do Mar – sul, sudeste e sudoeste do Município.

Morros e colinas com altitudes que variam de 740 a 1100m

Planícies: aparecem nas regiões baixas dos rios.

Vegetação: Mata Atlântica – ocupa regiões da Serra do Mar constituindo reserva florestal que corresponde a 1/ 3 – 142 km2 da área do município.

Mata Ciliar: encontrada às margens de rios e córregos.

Reflorestamento: eucalipto – ocupa aproximadamente 130 km2 da superfície do município de Salesópolis.

 

Hidrografia:

Bacias: Bacia do Rio Tietê – Bacia do Rio Claro – Bacia do Rio Paraitinga

Barragens: Ponte Nova (Rio Tietê); 2-Ribeirão do Campo; (rio do Campo); 3-Paraitinga (rio Paraitinga).

Bacia do Rio Tietê: O rio Tietê é o mais importante rio do nosso Estado.

Nasce na Serra do Mar no município de Salesópolis, no Bairro da Pedra Rajada, a 1.027m de altitude, a 113 km da capital e 22 km do Oceano Atlântico. Atravessa a Mata Atlântica na direção sudoeste, e todo o Estado de São Paulo, recebe seus afluentes no percurso e deságua no rio Paraná.

As Nascentes do Rio Tietê surgem entre rochas que ladeiam um pequeno lago. A água brota em três diferentes pontos e o lago é povoado por pequenos peixes – os guarus. Localiza-se a 17 km da sede do município de Salesópolis, tendo acesso pela rodovia SP – 88 – Salesópolis – Pitas –Serra do Mar. O rio brota entre duas pedras, de formação límpida, sendo batizado por uma placa de bronze onde se lê: “AQUI NASCE O RIO TIETÊ, Sociedade Geográfica Brasileira- 1554 – 1954”. Essa placa foi colocada no ano do IV Centenário de São Paulo, evocando a importância do rio da Monções na obra de nossos Bandeirantes. Através da Resolução nº 6 de 2l de fevereiro de 1990 – processo nº 448 /1974 a Nascente do Rio Tietê foi tombada pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado) como bem cultural de interesse histórico e paisagístico abrangendo uma área total de 48 km2.

Após sua desapropriação a área passou a pertencer ao Governo do Estado de São Paulo para implantação do Parque Estadual “Nascente do Tietê”, inaugurado no dia 22 de setembro de l996 - Dia do Tietê. A administração do parque está sob responsabilidade do DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica -SP. O Parque localiza-se em área de Mata Atlântica.

Rio Claro: Afluente do rio Tietê, tem sua nascente localizada em Salesópolis, na Serra do Mar, teve toda sua bacia desapropriada pelo Governo do Estado para a preservação do manancial que abastece a capital paulista. Toda sua área é ocupada pela reserva florestal da Mata Atlântica. Deságua no rio Tietê na Barragem da Ponte Nova. Seus afluentes: Rio Clarinho, Rio São João, Rio do Alferes e Rio do Campo.

Barragem da Ponte Nova: Hoje Barragem Engenheiro Renato João Baptista Della Togna, sua construção teve início em 1967, tendo iniciado suas atividades em 1971. Área total – 54 km2, sendo 26 km2de área inundada pelas águas dos rios Tietê e Claro e 28 km2 de área não inundada. Sua função é controlar as enchentes na Grande São Paulo, evitando a invasão de águas nas culturas agrícolas, promover a manutenção do nível do rio Tietê e abastecimento. O nível normal da Barragem é de 300 milhões de m3 de água represada.

Aproveitamento para o turismo – pedagógico – na área da educação ambiental – conhecimento das instalações, funcionamento e importância da preservação de toda sua área para a comunidade.

Lazer e recreação: Todo o envoltório do reservatório é usufruído por pescadores de diversas regiões, aproveitando-se também suas águas para competições náuticas.

Rio Paraitinga: Nasce no município de Paraibuna – Serra do Mar, corta o perímetro urbano de Salesópolis e deságua no rio Tietê, no município de Biritiba Mirim.